O grupo de manifestantes que invadiu a sede dos três Poderes, neste domingo, 8, em Brasília, deixou um cenário de destruição no Supremo Tribunal Federal (STF), um dos principais alvos dos ataques.

O plenário foi invadido e o local foi depredado. Até mesmo cadeiras dos ministros do Supremo e o brasão da República, que estava fixado no local, foi retirado por manifestantes. “Supremo é o povo” foi uma das frases usadas durante a invasão.

Anúncios

Por conta da depredação, o sistema de incêndio do Supremo acabou disparando, lançando jatos de água sobre as cadeiras do plenário.

Anúncios

O plenário onde são realizadas as sessões da Corte ficou completamente destruído. Cadeiras, câmeras e janelas do térreo foram quebradas. Sofás também foram rasgados.

A segurança do STF junto com a tropa de choque conseguiu retomar o prédio por volta das 17 h, cerca de 1 hora e 30 minutos depois da invasão. Algumas pessoas estão detidas na garagem. O número exato de manifestantes presos não foi informado.

The post Cadeiras de ministros do STF são arrancadas do plenário; janelas do prédio são pichadas e destruídas appeared first on WRB- Web Rádio Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *